quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Os Votos do PT para a Câmara dos Deputados

Nos últimos dias tenho lido algumas matérias sobre a possível composição da Câmara dos Deputados a ser eleita este ano. O PT, por exemplo, já é apontado por muitos como o partido que elegerá mais deputados.
Em outra oportunidade volto a tratar das dificuldades de se prever o tamanho das bancadas dos partidos nas eleições para a Câmara dos Deputado.
Na verdade, o que tem me chamado a atenção nem diz respeito ao futuro, mas uma avaliação apressada que se faz sobre o desempenho dos partidos nas eleições anteriores. Sobre o PT, por exemplo, diz-se que o partido tem ampliado paulatinamente sua votação por todo o país. Movimento que teria sido interrompido pela crise do Mensalão em 2006, que afetou a reputação do partido.
A imagem abaixo apresenta o resultado da votação do PT nas eleições para Câmara dos Deputados entre 1990 e 2006. Comecei em 1990, pois esta foi a primeira disputa efetivamente competitiva no país. O total é calculado apenas para votos válidos.
Não existem padrões inequívocos para todos os estados. Pelo menos eu não os encontrei.
Podemos observar o crescimento contínuo no Ceará, na Bahia e no Piauí, ou a quase inexistência do partido em Roraima. Mas não muito além disso.



O desempenho do partido parece responder mais a contingências estaduais do que ser afetado por fatores nacionais. Em outras palavras, o partido vai melhor em estados onde ele tem uma boa organização e lideranças fortes. Particularmente em São Paulo, Distrito Federal, Acre, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul. O que não quer dizer que o desempenho de Lula na disputa presidencial não tenha ajudado o partido. Ajudou muito, mas não foi o fator determinante.

4 comentários:

  1. Temos um grande problema para efetivar com maior concretude estas análises. A votação do PT em alguns anos foi superior à nível nacional, mas isso não se traduziu em cadeiras na Câmara. Tudo isso porque pelos critérios adotados para estabelecer a representação dos estados, excluem-se quase 13milhões de eleitores no país (base TSE jul/10).

    ResponderExcluir
  2. Excelente gráfico. Mas ordenaria os estados por algo mais interessante do que "Acre em primeiro" (versão brazuca de "Alabama First!".

    ResponderExcluir
  3. Pensei em diversas formas de ordenar os gráficos. Acabei ficando com a ordem alfabética. Achei que permitiria ao leitor encontrar mais facilmente o seu estado.

    ResponderExcluir
  4. Professor Jairo,
    a correlação entre candidaturas a governador de Estado e eleição de deputados chega a constituir relação de causa e efeito?
    Pq em caso afirmativo, o PT nesta eleição tem menos candidatos a governador, diferente de 2002 por exemplo, logo há chance do mesmo não repetir tal performance.
    abs

    ResponderExcluir