sábado, 16 de outubro de 2010

Renda dos municípios e disputa presidencial

As eleições de 2006 e 2010 têm muitos aspectos semelhantes. Um deles é a relação entre a renda dos municípios e a votação dos candidatos. Dilma e Lula obtiveram votações proporcionalmente maiores nos municípios mais pobres e mais reduzidas nas faixas de renda mais alta. A votação do PSDB é invertida: proporcionalmente menor nos municípios mais pobres e maior nos municípios mais ricos.
Dividi os municípios brasileiros em quatro faixas de renda per capita (baixa, média baixa, média alta e alta). As faixas foram obtidas segundo os quartis de renda per capita de 2000. Infelizmente, não temos dados mais recentes sobre renda, mas não creio que a atualização mude o padrão geral.
O gráfico abaixo compara a votação do primeiro turno dos seguintes candidatos: Lula (2006), Dilma (2010), Alckmin (2006), Serra (2006) e Marina (2010).
A semelhança entre a votação de Lula e Dilma é clara. O Mesmo acontece com o padrão Alckmin/Serra. Uma diferença importante é que Alckmin foi vitorioso nos municípios de renda mais alta, enquanto Serra não obteve o mesmo feito.
O padrão da votação de Marina é semelhante ao do PSDB: sobe à medida que sobe a renda do município.

Percentual de voto e renda per capita do município: Lula (2002), Dilma (2010), Alckmin (2006), Serra (2010) e Marina (2010)



Vale a pena chamar a atenção que a relação entre renda e voto não é linear, mas uma tendência geral da renda de município.
Para quem quiser observar a nuvem de distribuição dos municípios brasileiros criei os dois gráficos abaixo.
Nos dois casos, a melhor linha de ajuste não foi linear, mas logarítimica.

Percentual de votos dos candidatos (Lula e Alckmin) e renda per capita dos municípios (2006)




Percentual de votos dos candidatos (Dilma e Serra) e renda per capita dos municípios (2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário