quarta-feira, 11 de julho de 2012

Coligações para prefeito em 2012

A Folha de São Paulo (08/julho) apresentou um levantamento das coligações realizadas por 14 partidos em 85 cidades (capitais e as cidades com segundo turno). O resultado foi apresentado em um gráfico, que é reproduzido abaixo. Ele exige alguma atenção. Se quiser saber o total de cidades em que um partido apoiou os candidato a prefeito de outro, olhe na linha (horizontal); por exemplo, o PCdoB apoiou candidatos do PT em 19 cidades. Se quiser conhecer o apoio que cada partido recebeu, observe a coluna (vertical); por exemplo, o PCdoB obteve apoio do PT para seus candidatos a prefeito em três cidades.

Mas o leitor não deve fazer qualquer extrapolação sobre o sistema partidário a partir deste gráfico, pelas seguintes razões:
1. Ele apresenta somente o apoio de um partido aos candidatos à prefeitura de um outro partido. Sabemos em quantas cidades o PcdoB apoiou o PT, mas não sabemos em quantas cidades, o PT e PCdoB estiveram coligados apoiando um outro partido.
2. Ele não traz o número de cidades em que um partido não concorreu.
3. Ele não traz o número de cidades em que um partido concorreu sem fazer coligações.


Agreguei os valores da linha e da coluna para saber em quantas cidades os partidos estavam juntos. Selecionei as coligações finais dos cinco maiores partidos (PT, PMDB, PSDB, DEM e PSB) e do estreante PSD. Os partidos da base governista receberam a cor vermelha. Os que estão fora do governo (nem todos fazendo uma oposição aberta ao governo) receberam a cor azul.

Os partidos selecionados apoiaram candidatos de todos os outros (governistas ou oposicionistas no âmbito nacional). A exceção é a ausência de aliança entre o PT e o PSDB, e entre o DEM e o PcdoB. O que não deixa de ser interessante. Mas infelizmente, com estes dados não temos informações sobre possíveis alianças que estes partidos possam ter celebrado em apoio a terceiros.



3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Opa, interessantes os gráficos. Dá pra ver que a diretriz do PT de não apoiar candidatos dos trio da oposição (PSDB, DEM e PPS) está valendo na prática, mas ainda permitiu que candidatos do PT recebessem apoios da oposição nacional em alguns casos.
    Curiosa a diferença entre os dois principais aliados ideológicos do PT, enquanto o PC do B segue o distanciamento a partidos da oposição (e inclusive o novato PSD), o PSB pelo contrário é o principal coligado ao PSDB e ao PSD.

    ps: Tem um errinho quando vc diz "Os partidos da base governista receberam a cor azul" na verdade é vermelho, né?

    ResponderExcluir
  3. Oi André,
    Ficaria mais feliz se conhecesse os dados de todas as alianças. Mas sem dúvida, estas duas pontas estão bem delimitadas. PSDB e PT tornaram-se-se adversários polares no sistema partidário brasileiro.
    Blog é bom por isso: já corrigi o erro. Obrigado.
    abs
    Jairo

    ResponderExcluir